Swing Trade: como funciona essa estratégia de investimento?

O mundo dos investimentos possui diversos conceitos voltados a definições e estratégias de aplicação, como o Swing Trade, por exemplo.

O Swing Trade é uma técnica usada por muitos investidores em operações na Bolsa de Valores.

O que é swing trade?

swing trade 1

O Swing Trade nada mais é que uma estratégia de investimento que faz uma mescla entre a análise fundamentalista e a análise técnica.

Esse tipo de aplicação possibilita ao investidor o acompanhamento de oscilações de produtos no mercado de capitais.

No entanto, vale lembrar que essa modalidade é indicada para aqueles com objetivos de curto e médio prazo.

Por isso, se diferencia do buy and hold, onde uma ação é retida pelo maior tempo possível, e do day trade, com operações de curtíssimo prazo.

Como funciona o Swing Trade?

O Swing é uma forma de trade que oferece menos risco e uma maior possibilidade de ganhos.

O período dessa aplicação depende da intenção do investidor e do momento de mercado. No entanto, costuma variar entre 3 dias e algumas semanas, de acordo com a posição desejada.

No mercado, o Swing se apresenta de diferentes maneiras, com alguns movimentos que levam dias ou semanas para serem finalizados.

Portanto, é uma estratégia que exige especulação do investidor, a partir dos gráficos disponíveis, como:

  • Gráfico Diário;
  • 60 Minutos;
  • Intraday.

Portanto, com o Swing Trade, é possível ganhar no curto prazo, mas não é necessário acompanhar todos os pontos do mercado para isso.

Assim, possibilitando que os investidores possam fazer trade junto à outras atividades profissionais.

Em mercados com tendência, o Swing Trade possui mais chances para oferecer lucros.

Já em cenários consolidados, dificilmente é possível aproveitar as altas e baixas.

Qual a diferença de swing trade e day trade?

É comum que exista certa confusão entre esses dois tipos de conceitos, já que ambos são voltados para metas de um prazo mais reduzido.

No entanto, day trade e swing trade são estratégias diferentes. Para entender melhor, confira como essas operações funcionam.

Day trade

O day trade é um tipo de investimento com funcionamento voltado ao curtíssimo prazo.

Para isso, sua estratégia envolve a compra e venda de ativos financeiros no mesmo dia, até mesmo com apenas alguns minutos de diferença.

A análise que o investimento em day trade utiliza é apenas a técnica, também chamada de análise gráfica.

Isso quer dizer que o investidor de day trade acompanha os gráficos referentes ao ativo desejado e, com base em suas movimentações (valorizações e desvalorizações), decide o melhor momento para efetivar sua compra e/ou venda.

Outra característica importante do day trade é o alto valor das aplicações realizadas, na maioria das vezes.

Isso ocorre, pois as possibilidades de ganho aumentam sobre o valor investido. No entanto, também fazendo com que haja grandes perdas.

Swing trade

Como dito anteriormente, ao contrário do day trade, o Swing Trade não possui foco na compra e venda de ativos no mesmo dia.

Isso porque essa operação é voltada para o curto e médio prazo, mesmo também sendo baseada na especulação.

O investimento Swing Trade se diferencia também por sua margem para erro, que é maior, já que o investidor “dorme” com seus ativos.

Ou seja, não precisa se preocupar com seus rendimentos o tempo inteiro.

Ao invés disso, ele mantém o ativo na posição por alguns dias, a partir de seu limite de prejuízo ou margem de rentabilidade desejada.

Qual estratégia é a melhor?

Ambas as modalidades de investimento (swing e day) têm como característica a suposição de rentabilidade com aplicações.

Por conta disso, seu gerenciamento constante é indispensável, já que o mercado financeiro sofre diversas variações ao longo do dia.

Nesse caso, é importante destacar que não existe uma opção melhor, mas sim a mais adequada para diferentes perfis de investimento.

O day trade, por exemplo, é uma modalidade que engloba poucos indivíduos, já que exige uma completa dedicação e oferece ainda mais riscos para o capital aplicado.

Já o swing trade, mesmo com altos riscos, possibilita uma maior tranquilidade para o investidor.

Portanto, os dois métodos são voltados para aqueles com uma maior disponibilidade a riscos, além de preparados para as oscilações do mercado.

Vale a pena fazer swing trade?

Cada investidor possui suas próprias necessidades e desejos em relação às suas aplicações financeiras.

Por conta disso, não existem opções certas ou erradas, mas sim as mais adequadas.

Nesse sentido, se você está interessado no Swing Trade, é fundamental conhecer melhor essa estratégia e o mercado no qual você quer operar.

Geralmente, quem começa a aplicar desse modo já possui certa experiência com investimentos, como os profissionais especializados.

Mesmo assim, é possível ter ganhos significativos no mercado utilizando o método de trade, seja ele qual for.

O importante, nesse caso, é estar ciente dos grandes riscos de perda, que podem afetar a qualidade de vida do swing trader.

Com isso, você conseguirá optar pelo Swing Trade com mais tranquilidade e responsabilidade.

Diversificando

Diversificando

O brasileiro é famoso por "não investir”, não sair da zona de conforto, guardar dinheiro na poupança, ou de fazer somente o que o gerente recomendou. Estamos aqui para provar o contrário e ainda fazer isso diversificando!
Diversificando

Diversificando

O brasileiro é famoso por "não investir”, não sair da zona de conforto, guardar dinheiro na poupança, ou de fazer somente o que o gerente recomendou. Estamos aqui para provar o contrário e ainda fazer isso diversificando!
Compartilha aí
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on twitter
Share on pinterest
Share on email
NÃO PARE AQUI
DEIXE O SEU COMENTÁRIO
Share on facebook
Share on pinterest
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email
Share on print